AR COMPRIMIDO SUPER-GELADO PARA SOPRO DE EMBALAGENS PLÁSTICAS E OUTRAS APLICAÇÕES

O fornecimento de ar comprimido na temperatura de -35°C possibilita um substancial ganho de produtividade para o seu negócio, através do aumento da velocidade de sopragem das peças plásticas, até 80% mais rápida que a sopragem com ar comprimido na temperatura padrão de 35°C.
Com o auxílio de um pino de sopro redesenhado, da renovação adequada do ar comprimido durante a sopragem e de um incremento na capacidade de extrusão do parison, pode-se reduzir drasticamente o tempo de resfriamento/permanência da peça no molde.
Aliado a essa redução do tempo do ciclo de sopragem, ganha-se mais qualidade e uniformidade da peça, pois seu res-friamento ocorre nas faces interna e externa. Na face interna, pelo ar super-gelado; na face externa, pelo molde resfriado com água gelada.

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

Ao entrar no SubZero, o ar comprimido já deverá ter passado por um sistema de tratamento, de acordo com a classe de qualidade ISO 8573, [1:4:1].
O ar comprimido flui então através de um sistema de secagem adicional, atingindo um ponto de orvalho inferior a -60ºC, com classe de qualidade ISO 8573, [1:2:1].
Esse procedimento elimina os últimos traços de vapor d'água e impede que ocorra o congelamento de qualquer umidade no interior do SubZero, quando o ar comprimido for resfriado a -35ºC.
Os componentes utilizados na fabricação do SubZero são de primiera linha, como Danfoss, Bitzer, Telemécanique, Ascoval, Alcoa, Alfa-Laval, entre outros.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

  • Vazão: 80 pcm (136 m³/h).
  • Temperatura de descarga: -35ºC.
  • Ponto de orvalho: -60ºC.
  • Pressão máxima de trabalho: 12 bar(e).


PAINEL MICROPROCESSADO MASTERCONTROL 2.0

O PLC do SubZero pode receber uma programação específica, conforme as necessidades do usuário.
As mensagens na tela são apresentadas em Português, Inglês ou Espanhol.
As seguintes condições são constantemente monitoradas:

  • temperatura intermediária do ar comprimido.
  • temperatura de saída do ar comprimido.
  • temperatura da água de resfriamento.
  • temperatura do fluído frigorífico.
  • pressão alta do fluído frigorífico.
  • pressão baixa do fluído frigorífico.
  • congelamento.
  • sobre-corrente elétrica.
  • saturação do elemento filtrante coalescente.
  • temperatura alta do compressor frigorífico.

Catálogo

Vídeo

Fale Conosco

  • Endereço.
    R. Fernão Dias, 14
    Cajamar - São Paulo - Brasil

    Telefone.
    +55 11 4448-6900
  • Escreva para nós.
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Redes Sociais.